CB 1300 Super Four

Apesar de não ser unanimidade depois que foi lançada essa moto vendeu alguns modelos, e hoje não é mais lançada se tornando rara.

Hoje vamos falar de um lançamento do ano de 2007 onde a Honda conseguiu conquistar alguns novos clientes, era claro naquele período que a empresa precisaria tomar algumas medidas para que na categoria naked pudesse obter o sucesso que outras motos do passado já haviam conquistado. Com um propulsor de quatro cilindros em linha a moto consegue andar bem desde as baixas rotações, é impossível dizermos que pouca tecnologia foi imposta sobre essa moto porque estaríamos mentindo, na verdade ela foi uma guerreira desde os primeiros minutos após a sua fabricação. Por ser assim vamos contar um pouco mais da suas características que foram marcantes nesse caso, sem dúvidas é realmente uma daquelas motos que realizaram o sonho de muita gente.

CB 1300 Super Four

Não é para muitas motos receber um nome tão pesado como este, para isso é preciso que o investimento sobre ela seja auto para competir no mercado e dar opções de inovação aos consumidores. A moto que continha o maior motor da história das “CBs” chegava ao Brasil para suprir a necessidade de uma moto dessa linha entre as nakeds, a primeira coisa a se notar nessa moto era as suas cores belas com detalhes marcantes no grafismo. Naquele principio as cores eram branca/vermelha e preta, ambos os grafismos com as rodas douradas que davam um charme todo especial para ela. Por ser uma Honda e fácil de encontrar peças ela conseguiu encontrar facilidade nas vendas e com preço baixo se tornou uma grande opção de custo-benefício.

CB 1300 Four

Potência e estilo

O primeiro fundamento campeão que essa moto trouxe ao mercado foi o seu motor que contava com 115 cavalos a 7.500 rpm, segundo testes realizados pela Honda ela consegue fazer de 0 a 100 km/hora em pouco menos de 4 segundos totalizando a velocidade máxima de 220 km/hora, realmente é um “monstro” das pistas. Apesar de todas as motos estarem passando por reformulações em seus estilos, essa na verdade se parecia com as motos antigas que antes faziam parte do mercado das “CBs”. Muitos diziam que essa moto seria a evolução da CB 500 e que contaria com essa cilindrada, mas na verdade foi mesmo a realização do sonho de projetos da Honda que era dar vida um pouco mais longa para esses modelos.

CB 1300 four preta

Quem é Fã dessa moto ainda pode encontrá-las em garagens de motos usadas só que é preciso muita sorte, foram poucos modelos vendidos no Brasil tanto que não se viu muitas delas nos eventos de motos. Se um dia tiver a oportunidade de comprar uma não exite, afinal como já mencionamos antes o custo-benefício é dos bons e no final das contas terá uma super moto em suas mãos.

Nenhum voto, seja o primeiro



Andre
03/09/12


Mais informações por email.

Deixe uma resposta

Para comentar você precisa realizar seu login com o Facebook