Home » Nacionais » Shineray

Moto Shineray Max 150

Pessoas de todas as partes do mundo estão adquirindo as motos da Shineray, e os brasileiros têm a oportunidade de conhecer a Max 150.

Recém firmada no Brasil a Shineray quer garantir as suas vendas daqui para frente, a intenção da marca é conseguir o maior número de consumidores no menor tempo possível. Por conta disso, a cada dia, é preciso tentar convencer os consumidores de que eles podem confiar nessas motocicletas. A forma mais simples de conseguir isso, segundo a Shineray, é copiar os modelos famosos de outras motocicletas que já circulam por aí. A escolhida nesse caso foi a CG 150, uma das motos da Honda que mais vendem e que praticamente nem possui concorrentes. Alguns detalhes tiveram que ser alterados para não ficarem exatamente iguais ao da moto original, do contrário a Shineray poderia ser multada.

Moto Shineray Max 150

A aparência é basicamente aquilo que todos nós vemos nos modelos novos das 150 da Honda, apenas alguns detalhes diferenciam as duas motos como os símbolos das marcas e o modelo do motor que é diferente. Na dianteira a capa do farol é idêntica a da Honda e trás um pouco de aerodinâmica na motocicleta que fica mais leve e pronta para vencer os desafios do dia a dia. As rodas são esportivas, o que nos faz deduzir que a marca copiou o modelo Sport da CG. A marca não se contentou apenas com a aparência, mas queria oferecer aos condutores um modelo que tivesse as mesmas características no conforto e por isso os amortecedores são bem trabalhados e tem um bacalhau para o passageiro apoiar seus pés.

Max preta

Detalhes técnicos

Por ser tão parecida com a moto da Honda as características motoras tinham que ser um pouco diferentes, por isso recebe um motor monocilíndrico de 4 tempos e com 2 válvulas, OHC com o arrefecimento feito a ar. Ela possui a capacidade de produzir até 11,6 cavalos no máximo de 9000 RPM, o torque é 10,5 m / 7500 rpm. A maior parte das motos já é feita com o sistema de injeção eletrônica, mas essa ainda é a carburador e seus desenvolvedores acreditam que assim ela rende mais. A transmissão é feita através de correntes, e são cinco velocidades que podem ser trocadas durante um percurso. Completando o seu bom desenvolvimento a moto ainda tem opções de partida elétrica e a pedal.

Max

Sem dúvidas o desenvolvimento dessa moto trouxe a ela a força necessária para entrar de frente contra as suas concorrentes. Apesar de ainda não ter pego como os seus engenheiros gostariam, podemos esperar que ela vai ter vida longa em nosso país. É necessário encontrar uma concessionária dessa próxima à sua casa para fechar negócio, será ainda melhor para poder fazer um testride antes de qualquer coisa.

Publicado por Andre
Revisado em 15/07/2013

Compartilhar

Comentar com Facebook

Receba novidades

Comentar